Você sabe como funciona o transporte de combustíveis no Brasil?

Você sabe como funciona o transporte de combustíveis no Brasil?

Você sabe como funciona o transporte de combustíveis no Brasil?

Milhares de litros de combustível, todos os dias, saindo das refinarias e usinas direto para os postos, possibilitando o funcionamento orgânico da sociedade moderna. Com esse pressuposto, você já parou para pensar como funciona o transporte de combustíveis no Brasil? Toda a operação logística necessária para o abastecimento dos postos?

Além de ser um assunto bastante interessante, também traz informações preciosas – como os motivos para o aumento do preço do combustível na bomba. Preparamos um artigo especial para explicar a dinâmica da logística e transporte de combustíveis no Brasil, apresentando detalhes que vão te surpreender.

Como funciona o transporte?

O primeiro ponto é entender de onde sai o combustível. Há dois locais específicos: as refinarias produzem a gasolina e o diesel, enquanto o etanol e as diferentes formas de biocombustível ocorrem em usinas. Apesar de diferentes na sua produção, todos os combustíveis possuem um transporte similar para chegar até as distribuidoras e postos do gênero.

A maior parte de toda a logística de combustíveis no Brasil é realizada através do sistema rodoviário. Ou seja: uma alta porcentagem da gasolina, etanol e diesel que abastecem os veículos dos brasileiros é realizada por caminhões – que, precisam ter normas e regulamentações específicas para realizar o transporte dessa carga (veja abaixo).

Os meios hidroviários e ferroviários também ajudam na logística do combustível no Brasil. Há, ainda outro tipo de transporte: oleodutos e gasodutos, utilizados principalmente no repasse das refinarias e usinas para as distribuidoras de combustível – esse método, vale destacar, está concentrado nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O único modal que não realiza o transporte desses produtos em território nacional é o aéreo.

Características do transporte

Há uma série de características dentro dos transportes de combustível no Brasil, principalmente regulamentações. O principal deles é em relação ao rodoviário: a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) define que determinados produtos transportados oferecem riscos à população ou ao meio ambiente, sejam inflamáveis, tóxicos, corrosivos, entre outros.

Os inflamáveis – onde entram os combustíveis – precisam seguir as normas da ANTT. Consequentemente, os motoristas que irão realizar o transporte de produtos do gênero precisam passar pelo curso MOPP – Movimentação e Operação de Produtos Perigosos. Além disso, as distribuidoras necessitam de várias regulamentações e certificados para operarem no país.

Em relação aos dutos e ao transporte ferroviário ou hidroviário, há outras normas específicas. Todas as situações de deslocamento, por qualquer modal, precisam de uma estratégia de logística das empresas – o que reflete diretamente no preço do combustível em determinados casos, trazendo quedas e (principalmente) aumento nas bombas de forma periódica.

Conclusão

A Agência Nacional do Petróleo (ANP), reguladora do mercado e transporte de combustível, em sintonia com outros órgãos, define as ‘regras do jogo’ no Brasil. Por outro lado, o processo linear dos transportes é menos burocrático: depois de extraído ou importado, o petróleo/material orgânico chega às refinarias/usinas, sendo repassados para as distribuidoras e/ou postos.

Os preços, horários e dinâmica ficam a critério das empresas de logísticas que realizam a operação de transporte. Dessa forma, governos e o próprio setor buscam encontrar meios de baratear os custos e um formato mais efetivo que transportar o produto pelas rodovias – como na Rússia, onde mais de 90% do transporte de combustível é feito por ferrovias ou dutos.

Gostou deste artigo? Cadastre-se em nosso site e receba nossos conteúdos em primeira mão.

Tags:, , , , , , , ,

Deixe um comentário

  • Milena Porto

    Após a implantação do webPosto pay tivemos um retorno muito bom em questão de otimização de tempo nos abastecimentos e na emissão de cupons fiscais e nota de cliente. Também houve uma redução significativa na margem de erro nos valores de cupons e notas ficais emitidos, bem como, maior controle de fluxo de caixa e redução dos erros nos fechamentos de caixa.

    Milena Porto

    Posto Portal Mar Azul
    Ilheus – BA

  • Nebelto Carlos

    A Quality Automação se destaca pelo atendimento personalizado e um sistema dinâmico em relação às novas demandas. Através do webPosto eu estou sempre conectado ao meu negócio e posso acompanhar as vendas e os estoques na palma da mão. Com a Quality, tenho acesso fácil aos gestores e o suporte sempre resolve os problemas em tempo hábil.

    Nebelto Carlos

    Rede Serra Linda
    Serra – ES

  • Nebelto Carlos

    Há mais de 20 anos revendo o software para postos de combustíveis, fui franqueado por 8 anos de outra empresa do ramo. Ao conhecer a Quality Automação, com um sistema inovador, e uma política comercial que permite o nosso crescimento, não tive dúvida em vestir a camisa.
    A facilidade de instalação e a simplicidade de operação, além de não necessitar de uma mega infraestrutura, que acontece na maioria de outros sistemas, superando todas nossas expectativas.

    Rikaliton Guedes

    Revenda de Manaus
    Manaus – AM